A MODA ACABOU?

Foto: Bruno Magalhaes / Agencia Nitro. Reprodução.

É a pergunta de Ronaldo Fraga na abertura da carta divulgada pela imprensa ontem, a respeito de sua ausência na próxima fashion week de São Paulo.

Ronaldo explica sua necessidade de parar um pouco e, para ele, a moda acabou sim, pelo menos como as pessoas ainda imaginam que ela poderia ser, em pleno século XXI. Segue o texto:

Via blog da Heloísa Tolipan, no jb.com.br

Esse blá blá blá de que “fashion is only about business” já não cabe mais no discurso desse novo tempo em que a gente vive. É limitado. Moda não é uma coisa ou outra, estática, simplesmente.

Ela atende ao comércio, obviamente (dã!), mas os designers (os verdadeiros, e eu explico esse grifo mais adiante) já perceberam que se não há uma injeção de ânima, alma, como nas obras de arte, a coisa não vai.

O mundo é outro e – ao contrário do que se imagina – as pessoas estão caminhando para o entendimento da moda como um diálogo, uma convergência de vários assuntos, como a arte e arquitetura. Pode ser que cobrir o corpo seja sim, o comércio simples, mas “pensar a roupa” é outra história.

E aí, coincidência ou não, eu assisto à uma entrevista do Yohji Yamamoto concedida ao pessoal do SHOWstudio. A serenidade e a sensatez estão ali. Yamamoto é claro quando diz que odeia a moda. Claro, como ela era. Do jeito que Ronaldo está tentando mostrar para as pessoas que ela não é mais.

É preciso parar, analisar, experimentar, estudar. As coisas boas não saem a toque de caixa, coleção atrás de coleção e ponto. Pelo menos para quem quer produzir algo que seja relevante de fato, como Yohji e Fraga.

Há 30 anos Yamamoto trabalha com moda, odeia esse tal business system inerente à ela e tenta fazer tudo diferente. Chama atenção dos jovens estudantes e aponta que existem dois tipos de designers de moda: os verdadeiros, que pensam e CRIAM e os estilistas comuns, que atendem às suas marcas numa relação trabalhista como outra qualquer.

“O desenho de um novo tempo nos pede novas funções para as roupas, corpos, móveis e imóveis” – diz Ronaldo Fraga. Que esse retiro em sua caverna seja intenso e ele produza excelentes obras.

É o que a gente, que aprecia tanto essa moda do novo tempo, deseja.

http://www.ronaldofraga.com.br

http://www.yohjiyamamoto.co.jp/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s