FASHIONABLE TECHNOLOGY – BOOK REVIEW

Eu acredito que o valor estético do produto ainda tenha maior poder de sedução do consumidor, em detrimento da tecnologia. Pelo simples fato de que as peças terão de ser VESTIDAS.

Comprei o livro “FASHIONABLE TECHNOLOGY – The intersection of design, fashion, science and technology” – pela vontade de entender um pouco mais sobre essa relação que alguns designers estão propondo entre a moda e a tecnologia.

A capa do livro e a autora da obra.

O livro não tem título em português ainda, mas vc pode encontrá-lo, em inglês, no meu bookshop, revendedor amazon.com. Ó!

Bem, desde já, adianto que não se trata, meramente, de uma compilação de trabalhos utilizando fibras inteligentes para se confeccionar tecidos sportswear – comumente vistos onde há diálogo entre moda e tecnologia.

Os trabalhos dos estilistas abordados no livro contam com uma série de tecnologias inerentes à sua elaboração – que Sabine Seymour, autora, chama de “embbeds” -, para serem consideradas, de fato, vestimentas tecnológicas.

Além disso, devem ter uma comunicação direta com as características do produto final, como conforto, estética e “vestibilidade”. Ou seja, não adianta tentar abusar da tecnologia e produzir uma coisa com a qual não se pode nem caminhar. :) Nesse caso, nem mesmo uma das obras de arte do mestre Chalayan – peças da coleção Before Minus Now –  seriam aprovadas – apesar de figurarem como um dos exemplos da associação dos dois universos, no livro. Contradição, a gente vê por aqui?

Hussein Chalayan, Before Minus Now, reprodução. Fibra de vidro para vestir.

Quiçá a genialidade e as propostas de interseção da moda e tecnologia para o designer sejam tão relevantes que – no caso dele – não importa se a coisa é feita de fibra de vidro e não seja maleável. Não mesmo.

O livro nos mostra que, à partir de 2000, experimentamos um novo panorama na moda com relação à tecnologia, com momentos importantes que, às vezes, não resultaram exatamente em peças esteticamente belas e desejáveis para um público consumidor de MODA. Talvez, esse novo produto encontre também um novo nicho, com um perfil de um consumidor que esteja em busca de inovações tecnológicas, cuja interface seja a vestimenta.

No entanto, eu acredito que, ainda hoje e nesse caso, o valor estético do produto tenha maior poder de sedução do consumidor, em detrimento da tecnologia. Pelo simples fato de que as peças terão de ser VESTIDAS. Por isso, os artistas/designers/estilistas/cientistas que estão desenvolvendo moda+tecnologia e se preocupam com o lado estético da coisa – essa variável tão subjetiva -, obtem resultados mais próximos do que o publico deseja adquirir.

O livro reúne, além de exemplos de estilistas e labels que atuam no campo, mais uma lista gigantesca de websites e referências sobre o tema para você continuar a sua pesquisa além-impresso.

Sabine Seymour é pos-doc em Ciências Sociais e Econômicas pela University of Economics de Vienna e pela Columbia University de Nova York. Além disso, a autora é mestre em Telecomunicações Interativas pela NYU´S Tish School of Arts.

FASHIONABLE TECHNOLOGY – THE INTERSECTION OF DESIGN, FASHION, SCIENCE AND TECHNOLOGY. Sabine Seymour, 2009, Springer Wien New York.

Preço via The MODE+KUNST BOOKSHOP: $42,05

Anúncios

4 thoughts on “FASHIONABLE TECHNOLOGY – BOOK REVIEW

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s