BEM CORRETINHA

Dizem por aí que correram lágrimas sobre o rosto de Pierre Bergé ao assistir a interpretação de Pierre Niney como Yves Saint Laurent, na estreia de “Yves Saint Laurent – O Filme” (2014). De fato, o ator causa aflição com tanta semelhança física e nos seus trejeitos, inspirados no estilista.

Já assisti a alguns documentários sobre Yves Saint Laurent e penso que realmente não deva ter sido fácil para Bergé, seu companheiro por toda a vida. Aliás, o ator que interpreta Pierre (Guillaume Gallieme) foi também uma ótima escolha de Jalil Lespert, que teve a bênção de Bergé para realizar essa biopic, assim, bem corretinha.

Cena de “Yves Saint Laurent – O Filme”. O ator Pierre Niney interpreta o estilista na biopic de Jalil Lespert.

E talvez, por esse mesmo motivo, seja tão parcial – grande defeito (?) das biografias autorizadas. Sim, no final das contas me pareceu um filme sobre a vida de Pierre Bergé, mas vale como (algum) material de pesquisa sobre a vida do estilista também. Principalmente a pessoal, já que sobre o processo criativo e suas coleções restam apenas alguns flashes. E, para quem não conhecia o o lado “trash” de Yves, vale o breve vislumbre. Porque nesse terreno, quem promete causar de verdade é o diretor Bertrand Bonello.

Bonello, segundo contam, é mais autoral e se permite interpretar a vida de Saint Laurent (mesmo título do seu filme) de uma forma que não agradou Pierre Bergé. E se o sócio de Yves era tão controlador quanto aparece nas lentes de Lespert, a briga deve mesmo ter sido feia. Estreou agora em Cannes e já quero ver.

Mas voltando a “Yves Saint Laurent, O Filme”, apenas com essa tríade – soundtrack e dois bons atores principais – não consideraria de todo ruim. Gostei, até. L’Amour Fou, de Thoretton, busco assistir há muito tempo, sem sucesso. Mas sigo tentando.

Paris Match com uma retrospectiva de YSL, em 2008, ano de sua morte.
Paris Match com uma retrospectiva de YSL, em 2008, ano de sua morte.

Para quem quiser assistir “Yves Saint Laurent, O Filme” sem sair de casa, o link: http://bit.ly/1qNN1S2

Para quem quiser ler minha visão pessoal sobre o legado do estilista: http://bit.ly/1gfbDOX

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s